A Karen long neck tribe, conhecida pelas mulheres de pescoço longo, é uma atração turística que ponderamos não abordar neste blog.

Ainda assim, a visita a este local permite, com um pouco de imaginação, projetar o que seria o estilo de vida destas tribos das montanhas. Toda esta imaginação será necessária porque a exploração turística, que hoje se verifica, terá contaminado de forma drástica o estilo de vida destas pessoas. Olhando com atenção é fácil de perceber que o permanece intacto e genuíno, na sua cultura, é o que permite atrair e rentabilizar a afluência de turistas.

Podemos esperar uma vila “mercado”, absolutamente adaptada ao turismo.  Ali os locais, especialmente a mulheres, a atracão maior daquela espécie de circo, figuram como que num zoo sem jaulas, para que nós, que alimentamos aquela industria com a nossa curiosidade, possamos tirar uma boa fotografia.

Nesta visita haverá sempre um dilema de perspectivas. Estaremos a explorar estas pessoas de forma indigna ou a contribuir positivamente para o desenvolvimento social e económico da sua região. Enfim, caberá a cada um a decisão de visitar ou não este local.

Independentemente da decisão, o que poderás esperar desta vila, situada na  zona de Mae Hong Son, será, como referimos antes, uma vila com muitas bancas de artesanato, muito semelhante a um mercado.

No entanto, o grande destaque e o que motivou a grande afluência turística foi a tradição que envolve as mulheres. Desde cedo, estas vão acrescentando argolas de metal ao seu pescoço o que faz com que se torne extremamente longo. Aparentemente é isso que resta da sua vida ancestral, já o seu quotidiano resume-se, hoje, a tarefas relacionadas com o turismo.

O que talvez faça, realmente, valer a pena a deslocação de Chiang Mai até a uma Karen long neck tribe será a Chiang Dao Cave, uma gruta que se estende por quilómetros, com formações rochosas impressionantes. Lá, podemos encontrar e visitar várias galerias com imagens de Buda. De qualquer forma, recomendamos que contrates um guia para evitar riscos desnecessários, num ambiente pouco adequado a humanos.

Site oficial: Chiang Dao Cave

Preço de entrada:

  • Para visitar uma Karen Long Neck tribe podemos ter que pagar, embora nem todas as vilas cobrem entrada. Em algumas estão mais interessados na venda de artesanato e podemos entrar livremente.
  • Na Chiang Dao Cave a entrada custa 40 bath ( R$4,6 / 1€) e um guia custa 100 bath ( R$11,5 / 3€).

Horário:

  • A Chiang Dao Cave está aberta das 8 às 17h.

Localização e como chegar à Karen long neck tribe :

  • Existem várias tribos o que torna inútil indicar a localização de uma  Karen long neck tribe em especifico. Optámos por indicar a localização da Chiang Dao Cave. Esta fica aproximadamente a 75km a norte de Chiang Mai. Deves seguir pela estrada 107 e, perto do km 70, virar à tua esquerda, para o sopé da montanha Dao. Voltar a virar à esquerda , seguir mais 5 km e chegarás ao parque de estacionamento.

KAren long neck tribe

Segue-nos nas redes sociais