Considerada a porta do deserto, a cidade fica na rota que liga Marraquexe ao deserto. Muitos dos que ali passam vão nesse sentido e, tendo poucas horas disponíveis para explorar o local, importa saber o que fazer em Ouarzazate e os locais em que valerá apena investirmos o nosso tempo.

o que fazer em ouarzazate

Esta cidade no situada no Sul do país, na região Souss-Massa-Drâa, tem cerca 60 mil habitantes e caracteriza-se, como é habitual nesta zona de Marrocos, pela arquitetura ocre e vários Kasbahs (casas fortificadas), tão imponentes quanto belos. É um ponto de paragem para a maioria turistas que procuram uma experiência no deserto.

Mas Ouarzazate encerra uma novidade que a distingue das outras cidades do país. Para além de ser conhecida “como porta do deserto”, é ainda apelidada de Hollywood de Marrocos. Foi nesta cidade e nas suas imediações que vários filmes e séries de culto foram gravados. Entre estes figuram títulos como o Gladiador, Asterix ou Game of Thrones.

Então, com tão pouco tempo, como decido o que fazer em Ouarzazate?

Aqui a receita certa dependerá de cada um. Daquilo que já vimos em Marrocos, se já fomos a um deserto, se procuramos cultura, natureza ou se somo aficionados pela cinematográfica. Para ajudar a decidir vamos “passear” pelas opções disponíveis para ajudar a tirar conclusões.

Os Kasbahs em Ouarzazate

Ouarzazate tem várias opções mas, para aqueles param na cidade, no meio de um tour, vão de caras com o mais popular entre os Kasbahs: o Kasbah de Tauorirt. É uma estrutura impoente que, sem dúvida, convida a uma visita.

o que fazer em ouarzazate kasbah de taourit

A estrutura imponente, que fica localizada numa zona central da cidade e próxima do múseu do Cinema, é um composta por um vasto número de quartos, halls e salas, organizadas numa disposição semi-labiríntica. À entrada é provavel que algum local se ofereça como guia, sugerindo que por nossa conta nos vamos perder. Diga-se, a menos que o nosso sentido de orientação seja mesmo muito fraco, um guia não será necessário.

No seu interior vamos deambular de sala em sala, apreciar alguns detalhes arquitétónicos e algumas paisagens, a partir das muitas janelas. De resto, o Kasbah está completamente vazio e tem não apelos maiors. A entrada custa 20 dirahms, pode ser visitado em cerca de 30 minutos, todos os dias, entre as 9 da manhã e as 7 da tarde.

A cidade conta ainda com outros Kasbahs, como o de Tifoultoute e o das Cegonhas, que não justificam uma paragem se tivermos pouco tempo. E, se temos tempo e ainda não tivermos conhecido, talvez o faça mais sentido visitar o de Ksar de Ait-Ben-Haddou. Esse, que os amantes de Game of Thrones vão reconhecer, valerá a pena sem dúvida. Fica apenas a 30 quilometros de distância e para quem não conhece deve constar da lista sobre o que fazer em Ouarzazate. Entretanto, podemos ficar a saber mais sobre o local no nosso artigo completo sou Ait-Ben-Haddou.

ksar de ait-ben-haddou

Para os amantes do cinema, o que fazer em Ouarzazate?

A cidade faz juz ao seu apelido de “hollywood” de Marrocos. Na sua zona central, do outro lado da rua do kasbah de Taourirt, encontramos o Museu do Cinema. Para quem apenas tem um dia, é a solução para sentir a cultura cinematográfica da cidade. Vamos encontrar cenários e objetos usados em vários filmes e ser surpreendidos pela quantidade de filmagens que tiveram lugar na cidade e imediações.

O museu pode ser visitado todos os dias entre as 8 e as 18 horas. O bilhetes para adultos custam 30 dirhams (2,75€ / R$14) e, para crianças, 15 dirhams (7€ / R$1,5).

O museu pode ser visitado todos os dias entre as 8.15 e as 18.45h mas no inverno fecha uma hora mais cedo. O bilhetes para adultos custam 50 dirhams (4,6€ / R$24) e, para crianças, 35 dirhams (3€ / R$17).

museu do cinema em ouarzazate

Para quem não ficar safisfeito é ainda possivel visitar os estúdios Atlas, que podem ser visitados todos os dias entre as 8.15 e as 18.45h, mas no inverno fecha uma hora mais cedo. O bilhetes para adultos custam 50 dirhams (4,6€ / R$24) e, para crianças, 35 dirhams (3€ / R$17). Ficam na periferia da cidade, a cerca de 7 quilómetros do museu do cinema.

Medina Tassoumat e Praça Al-Mouahidine

A medina, localizada perto de uma das entradas da cidade, é uma zona menos turistica e mais genuina de Ouarzazate. A aquitetura e a azáfama tão caracteristicas daquela região de Marrocos, tornam-a um ponto a considerar na nossa lista de coisas para fazer em Ouarzazate.

A Praça Al-Mouahidine, à imagem da Praça Jemaa El-Fna em Marraquexe, é o coração de Ouarzazate. Com muita gente e comercio, movimenta multidões diariamente. É um local para passar uma hora, a beber um chá enquanto se observam as “andanças” dos locais, ou para fazer algumas compras.

O que fazer em Ouarzazate, ao domingo?

Para além de todas as opções que já enumerámos, todos os domingos há um souk que pode valer a pena visitar. O mercado que semanalmente toma o lugar do Souk Hebdomadaire, é pouco turístico e muito real. É uma oportunidade para nos perdermos entre cheiros e cores, durante uma ou duas horas, tal como em muitos dos souks de Marraquexe.

Outras locais para visitar em Ouarzazate, para quem tem mais tempo:

  • Oásis Fint: Localizado a cerca de 15 quilómetros da cidade, conjuga muito daquilo que imaginamos quando pensamos num oásis. Um cenário árido com um corpo de água preciosa, que alimenta alguma vegetação luxuriante. O Oásis Fint, mergulhado num vale e à sombra de algumas montanhas, é isso tudo. A única coisa que poderá ficar um pouco abaixo das expectativas é o solo. Não vamos encontrar um oásis num deserto de areia mas, antes, num deserto rochoso.
  • Reserva Natural de Iguernan: Um zona protegida e muito inóspita, ideal para os amantes da natureza, ou não… Não se pode esperar uma faúna e flora muito rica e diversificadas numa zona desértica mas, concerteza, no que toca a paisagens, não nos vamos desiludir.

Agora que já sabemos o que fazer em Ouarzazate, importa descobrir como lá chegar

  • Alugar um carro: Para ser uma escolha acertada deveremos ter tempo de sobra para encaixar alguns imprevistos.  A partir de Marraquexe são quase 200 quilómetros de estradas complicadas, com muitas zonas em obras e com condutores duvidosos. Deverá demorar cerca 5 a 6 horas a fazer a viagem.
  • Contratar carrinha e motorista. Quando estamos grupo de 5 ou 6 pessoas, contratar um motorista e uma carrinha exclusiva pode ser a escolha certa. Mantemos alguma liberdade mas temos menos preocupações.
  • Incluido num tours ao deserto de ZagoraExistem muitas opções, mais ou menos caras e luxuosas. É uma solução para quem viaja sozinho ou a dois, não se justificando alugar um carro ou um serviço como o anterior. Aqui, o transporte é feito em pequenos autocarros, com 17 pessoas. O trajeto e as paragens são rigorosas e dificilmente um motorista acede aos caprichos de alguém, mesmo que aflita para ir à casa de banho. É de lembrar que estas viagens podem demorar até 12 horas, em estrada de montanha e com muito calor. Mas valem a pena, é só para avisar. A grande vantagem são as paragens em vários locais interessantes, como o Kasbah de Télouet, um castelo no Alto Atlas  e o Ksar de Ait-Ben-Haddou | O Alcácer mais bem preservado de Marrocos.?

Dicas importantes

  • Em qualquer local de paragem seremos interpelados por locais a oferecerem-se como guias ou ajuda. É preciso lembrar que em Marrocos isso acaba em extorção. Normalmente, sem aviso prévio é nos cobrado um valor excessivo.
  • Indo de carro por nossa conta devemos estar conscientes do tipo de estrada percorrer. Para além disso o tipo policia, provavelmente corrupta, que provavelmente nos vais arranjar algum tipo de problema.
  • Se escolhermos um tour, há que saber que vamos fazer uma viagem extenuante, com paragens e liberdade limitadas.
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER
Booking.com