O Ksar de Ait-Ben-Haddou foi o motivo da nossa segunda paragem entre Marraquexe e o deserto de Zagora. Cerca de duas horas depois de termos partido de Télouet, chegámos a esta vila fortificada (Ksar), um local eternizado nos filmes de Hollywood e em séries de culto.

A velha cidade, que se impõe numa das margens do rio Unila, foi o local escolhido para gravar as cenas de Yunkai na Guerra dos Tronos, do Príncipe da Persia, Múmia, Alexandre ou do galardoado Gladiador.

Quando lá chegamos, e nos aproximamos do rio, ainda do outro lado, a escolha parece óbvia. O cenário é deslumbrante. As muralhas e as casas, de argila e taipa, amontoam-se colina acima, guardando o ponto mais alto da vila.

ait-ben-haddou cidade

No interior do Alcácer ou Ksar (povoação dentro de muralhas) vamos encontrar um emaranhado de ruelas que podemos explorar à vontade. O ambiente é seguro e descontraído, mas talvez demasiado turistico. E, como tal, existe bastante comércio com artesanato local para quem esteja desesperado por um souvenir.

O Ksar de Ait-Ben-Haddou é património da UNESCO

Também é possível subir ao topo da colina que domina o horizonte, para apreciar o vale de um perspetiva mais abrangente. Ait-Ben-Haddou é, aliás, um local super cénico. É isso que o define e que faz com que uma visita valha a pena. Encontra-se muito bem preservado, tendo em conta os materiais em que foi construído,  e o conjunto desses fatores justifica que o Ksar de Ait-Ben-Haddou seja considerado património mundial da UNESCO, deste de 1987.

Onde comer

A povoação, com origem apontada ao século VII, estava na rota entre Marraquexe e o deserto do Saara, tendo beneficiado desse facto para se desenvover. No entanto, a construção das muralhas que hoje podemos ver só terá acontecido 10 séculos depois.

Atualmente pouca familias a habitam, tendo a maior parte da população optado por viver no povoado novo, na outra margem do rio, com outras condições. No Ksar de Ait-Ben-Haddou não existe água canalizada ou eletricidade. É na vila nova que os autocarros para e que podemos aproveitar para almoçar.

Porém há um senão, ou dois, é caro e tem poucas opções. A meia dúzia de restaurantes que que existem ali são pensado para turistas, com preço e qualidade adequados à situação de não ter escolha. Podemos esperar pouco mais do que a tradicional tagine e o couscous. Levar algo preparado, como umas sandwichs, não será completamente descabido.

Horário do palácio da Bahia

Podemos visitá-lo todos os dias, entre as 9 e as 17 horas.

Preço do Bilhete

Não é necessário pagar entrada para visitar o Ksar de Ait-Ben-Haddou. Se vos perdirem, desconfiem.

Localização e como chegar ao Ksar de Ait-Ben-Haddou

  • Se viermos de Marraquexe, pela nacional 9 e depois estrada 1506, são cerca de 6 horas.
  • De Telouet, pela p1506, são cerca de 50 quilómetros que podem ser percorridos numa ou duas horas.
  • De carro de Ouarzazate são 30 quilómetros na nacional 9 e depois na 1506. Cerca de 40 minutos a uma hora.

Podemos fazer este trajeto num carro alugado ou incluido num tour, que geralmente inclui Telouet, Oarzazate, Ait-Ben-Haddou e Zagora. Consulta aqui as várias opções.

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER
Booking.com