A capital moçambicana, uma cidade banhada pelo índico, mistura o frenesim próprio das grandes metrópoles, paisagens magníficas e a alegria de um povo acolhedor. Tendo variadíssimos pontos de interesse, vimos aqui sugerir o que fazer em Maputo, o que não pode deixar de ver e visitar nesta cidade repleta de encantos.

Desenhada com as linhas da arquitetura portuguesa, explorá-la para descobrir os seus tesouros pode passar por passeios a pé ou de bicicleta. Esta última poderá mesmo ser a forma ideal para explorar a baixa da capital, passando pelo antigo forte, visitando a Feima, um mercado local, ou percorrendo a costa do sol para desfrutar de um belo final de tarde, entre muitas outras coisas ao alcance de umas pedaladas. A cidade não é demasiado complexa. É alias bastante simples de navegar, sendo fácil mover-mo-nos e orientarmos enquanto vamos de uma atração turística para outra. No contexto das grandes cidades africanas pode-se também dizer que é bastante segura, desde que tenhamos as precauções básicas que o bom senso dita. Tendo tudo isto em conta, a nossa sugestão para quem a visita é que não deixe de descobrir maputo com liberdade e ao ritmo desejado.

baia de maputo

Uma lista sobre o que fazer em Maputo não poderia deixar de fora as maravilhas gastronomia local e alguns pontos de interesse, relativamente próximos, absolutamente obrigatórios, como as praias paradisíacas da Inhaca Island e Ponta do Ouro, o Maputo Special Reserve ou Kruger Park, para testemunhar na primeira pessoa a savana africana, entre muitos outros locais de sonho.

maputo special reserve leão

O que visitar e o que fazer em Maputo

Quando ir a Maputo

A melhor altura para visitar um local depende sempre daquilo que temos como prioridade. Se for o clima, então a altura certa para ir vai de maio ao inicio de outubro. Tendo em conta o clima tropical do país, o tempo seco e as temperaturas amenas dessa altura do ano, existem condições ótimas para explorar as maravilhas da cidade e daquilo que existe na sua proximidade.

A estação das chuvas, em Moçambique, acontece entre outubro e abril, sendo mais severa nas zonas altas onde cheias e as inundações mais severas podem ter lugar.

Onde ficar em Maputo

O alojamento em Maputo não é nada barato mas há vários fatores que devemos considerar antes de decidir onde ficar.

Devemos, antes de mais, pensar na proximidade aos pontos que queremos visitar. Optar por um alojamento mais barato, mas mais afastado nem sempre significa poupar. Devemos contabilizar o dinheiro que vamos ter de gastar em transportes para ir visitar cada local da cidade.

Tendo isso em conta, procurar opções na zona de Polana Cimento, com preços a partir de R$64 (14€), ou Sommerchield, com preços a partir de R$166 (38€), será o mais sensato. Para além da proximidade com as principais atrações de Maputo, são conhecidas como zonas relativamente seguras para turistas.

 

Polana Cimento

Sommerchield

Booking.com

Como ir para Maputo

O aeroporto internacional de Maputo fica a 5 quilómetros do centro da cidade. A melhor forma de lá chegarmos será de taxi, que custa cerca de 500 meticais (R$31/7€). Podemos encontrá-los no exterior do terminal mas convém que o preço fique acordado antes de seguir-mos viagem.

Os táxis em Maputo são baratos, fiáveis e a nossa escolha para nos movimentarmos na cidade. Desde que escolhamos táxis oficiais e que os preços sejam definidos previamente, não deverá haver qualquer tipo de problema com esta solução. Além disso, poderemos negociar trajetos que incluam mais do que uma paragem, quando queremos explorar determinada zona da cidade.

Se quisermos andar à vontade, com um carro alugado, é bom que estejamos preparados para o transito meio caótico.

Para além disso, devemos saber que se tivermos o azar de ser mandados parar numa operação stop, é muito provável que tenhamos de fazer um “agrado” às autoridades locais, habituadas a exigir pequenos subornos (a que chamam de refresco).  Atenção que isto sucede mesmo quando temos toda a documentação necessária e o carro está ok.

Tendo em conta esta pequena questão cultural, achamos que mais vale recorrer aos táxis para não corrermos o risco de sermos surpreendidos.

Esta é uma alternativa aos transportes públicos. Os mini bus são veículos partilhados e muito baratos. Aqui o grande problema será mesmo a imprevisibilidade e as questões de segurança. Não recomendamos.

Powered by 12Go Asia system

Preparar a sua viagem, com os nossos programas de afiliados, é a forma de apoiar o nosso projeto e contribuir para que este continue a crescer.  Realizar uma reserva através destes programas, seja a reserva de um hotel através do Booking, um seguro da World Nomads, a reserva de um voo, etc., significa que a Backpackers Bay recebe uma comissão, sem você que pague mais pelo serviço contratado.

Os programas de afiliados que selecionamos e que referimos abaixo, ou nos nossos artigos, são agentes credíveis a que recorremos na preparação das nossas próprias viagens e que, acreditamos, estão entre as melhores opções no mercado das viagens.

Esperamos, com as nossas dicas e indicação de agentes, contribuir para que cada leitor tenha umas ferias ainda melhores.

Reserve o seu voo com a Edreams ou a Rumbo.

Reserve o seu hotel através do Booking ou a Edreams

Faça o seu seguro de viagem com a World Nomads.

Alugue o seu carro com a Europcar.

Encontre os melhores tours, em qualquer canto do mundo, no Getyourguide.

Se gostou do artigo “O que fazer em Maputo”, leia também: